Nosso filme

Quando me ajuda
a escrever o roteiro
ou quando a cena
fica complicada
Quando grita: AÇÃO
na cena que está parada
ou quando o filme está
andando rápido
e grita: CORTA!
Quando a fotografia está
muito preto e branco
ou quando sua direção
abre as ideias
Quando a correção
mostra o abraço
ou quando a iluminação
mostra o sorriso
Quando a sua cor
harmoniza a tela
ou quando o som é ruim
e você me anima com
uma nova sugestão
Quando o seu silêncio
da todo sentido ao quadro

Entendo que sem você
meu filme não roda

Seria infinito se eu pudesse ler sua mente
saber que deveria ter guardado o segundo poema
para amanhã

Esperar você sentir e respirar
Te mostrar que a vida é feita de
cachaça
amor
ressaca
e mais duas doses de amor.

Ler

Hoje eu enxerguei
que ler é algo
quente
Aquece a ideia
de mundo que ainda não tinha

É como o calor de um passeio
de mãos dadas pelas terras que não pisei
Ou o soprar do vento
que me leva a mares
que nunca sonhei navegar

É fonte de incertezas
e descobertas
É vida que começa
ao ler cada página
e continua
mesmo depois de um ponto final.

O sentimento chamado: você

Eu seguro a caneta e quando penso em você
ela só escreve a palavra
Amor!

Agora eu já sei
o nome daquela nossa dança,
como descrever aquele seu sorriso
nas nossas fotos
E o sabor do nosso sorvete no parque

Espero que me encontre aqui
nos dias de grandes chuvas e
nos dias em que o sol for maior ainda
Que encontre nosso amor em todos os cantos

A sua música

O vento dançava
entre a cortina
e passava
por nossas pernas

Sua mão no meu peito
e seu cabelo deitado no meu ombro
era música

O ritmo
dos nossos pensamentos
Era calmo

O refrão dizia:
vamos ficar juntos mais uma vez
para sempre

e a melodia
doce
fazia a noite ser a mais
linda de todas

Bro game

O destino deu as cartas
10 anos a trás
E desde então, mesmo com as piores
Mãos
Tínhamos a melhor dupla do board

Não havia fold
Muito menos blefe
E ainda que o pote estivesse
Uma merda
Você apostava todas as fichas em mim
Ou
Quando estava
aposentadoria certa
Tu colocava a mão no meu ombro e falava
Segura a onda
O momento do “all in” vai chegar

Só depois destes
Tantos dias de sorte
Ou quando as ondas se transformaram
Em maré de azar
Eu percebi
Que a melhor aposta
Foi quando te perguntei:
E ae bro, vamos jogar?